1. Blog
  2. Carreira
  3. O que é Jovem Aprendiz e como conquistar seu 1º emprego?
Escrito por Anna MuckermanAnna Muckerman

O que é Jovem Aprendiz e como conquistar seu 1º emprego?

12 min. de leitura
O que é Jovem Aprendiz: o caminho entre você e o 1º emprego
O Programa Jovem Aprendiz oferece oportunidades de emprego e formação profissional para jovens de 14 a 24 anos, promovendo a inserção no mercado de trabalho e capacitação. Qualquer jovem dentro dessa faixa etária pode participar. Os benefícios incluem experiência profissional, CTPS assinada, formação teórica, remuneração, e desenvolvimento pessoal e profissional.

Você já imaginou ingressar no mercado de trabalho como parte de uma grande empresa, como Itaú, Banco do Brasil ou Embraer? Sonho? Será? Ao aprender o que é Jovem Aprendiz, esse desejo pode se tornar realidade. 

Afinal, estamos falando de um programa do Governo Federal que incentiva empresas a contratarem jovens em busca do primeiro emprego, e de remuneração, mas que também querem continuar estudando.

Para conseguir a sua vaga, acompanhe as nossas dicas e entenda tudo sobre:

  • O que é Jovem Aprendiz?
  • Quais vantagens de ser menor aprendiz?
  • O que é preciso para ser um Jovem Aprendiz?
  • Quanto ganha um Jovem Aprendiz?
  • Qual a jornada de trabalho do jovem aprendiz?
  • O que é que o Jovem Aprendiz faz?
  • O que um jovem aprendiz não pode fazer?
  • Como conseguir um emprego de Jovem Aprendiz rápido?

O que é Jovem Aprendiz?

O Jovem Aprendiz é uma lei e uma iniciativa brasileira que visa proporcionar oportunidades de emprego e formação profissional para jovens entre 14 e 24 anos, promovendo sua inserção no mercado de trabalho. Ele funciona por meio de contratos especiais, nos quais os jovens combinam atividades práticas com cursos de qualificação. 

O programa é regido pela Lei do Jovem Aprendiz (Lei nº 10.097/2000), que considera o contrato de aprendizagem como:

  • contrato de trabalho especial;
  • ajustado por escrito;
  • de prazo determinado;
  • no qual o empregador se compromete a assegurar ao aprendiz formação técnico-profissional compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico.

Por outro lado, o aprendiz se compromete a executar as tarefas necessárias à sua formação.

Quais vantagens de ser menor aprendiz?

Entendido o que é Jovem Aprendiz, seguimos para a próxima pergunta: qual é a vantagem do programa?

A resposta para essa pergunta está no coração do objetivo da Lei de Aprendizagem: oferecer aos jovens uma experiência profissional inicial, além de estimular o desenvolvimento de habilidades técnicas e socioemocionais.

Na prática, isso significa que, se você já foi ou é um Jovem Aprendiz, pode mencionar o fato na área de experiência profissional no currículo, aumentando suas chances de chamar a atenção dos contratantes.

Insight estatístico

Jovens Aprendizes têm mais chances no mercado de trabalho

Diversos resultados de pesquisas mostram que a maioria dos jovens aprendizes conseguem emprego após o término do período de aprendizagem. É o que dizem estudos como o realizado pela consultoria H&P a pedido da Fundação Roberto Marinho (FRM), que mostra que 68% dos jovens que participaram do programa de aprendizagem conseguem empregos no mercado formal.

Afinal, por ter vivido experiências prévias no mercado de trabalho, o aprendiz, após o término de seu contrato, tende a ter mais facilidade para escrever um currículo para o primeiro emprego.

Vale a pena destacar que grandes empresas, como Itaú, Correios, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Embraer, entre muitas outras, oferecem a opção de entrada por meio de vagas voltados ao programa Jovem Aprendiz. Incrível não é mesmo? 

Mas, e aí, será que você pode ser um Jovem Aprendiz? Continue lendo e descubra!

Dica do especialista

Jovem Aprendiz não é estágio!

Não confunda o Jovem Aprendiz com a posição de estagiário. São duas posições de trabalho diferentes, lembrando que o estágio tem uma lei própria e regras específicas (A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008).  Contudo, algumas semelhanças entre os dois programas podem ser notadas, por exemplo, o suporte que as duas vivências oferecem para profissionais que precisam montar um currículo sem experiência

O que é preciso para ser um Jovem Aprendiz?

Para ser um Jovem Aprendiz é preciso:

  • Ter entre 14 e 24 anos (pessoas com deficiência não tem limite de idade).
  • Estar matriculado e frequentando regularmente a escola, se ainda estiver cursando o ensino fundamental ou médio.
  • Manter a frequência nas atividades teóricas e práticas oferecidas pelo programa e empresa.

Aqui, vale a pena destacar que a empresa contratante deve inscrever o jovem em programa de aprendizagem teórico, alinhado à vivência do dia a dia do trabalho a ser executado na empresa. 

Ou seja, a Lei do Jovem Aprendiz reforça a necessidade de alinhamento entre a prática e a teoria, contribuindo para que o novo funcionário dê continuidade aos estudos e à formação profissional certificada.  

Segundo a lei, “considera-se aprendiz a pessoa maior de quatorze anos e menor de vinte e quatro anos, inscrita em programa de aprendizagem, que celebra contrato de aprendizagem, nos termos do disposto no art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho…”

Dica do especialista

Tempo máximo de contrato de Jovem Aprendiz

O contrato de trabalho especial para Jovem Aprendiz tem prazo determinado, com limite de duração máxima de até 2 anos. Esse período é contado a partir da data de início do contrato e pode ser prorrogado em casos específicos, desde que o aprendiz continue atendendo aos requisitos estabelecidos pela lei, como idade e frequência escolar. O prazo não é considerado para aprendizes portadores de deficiência. 

Após o término do prazo, a empresa contratante PODE optar permanecer com o colaborador, que deixará de ser um aprendiz e integrará o quadro comum de funcionários. 

Quanto ganha um Jovem Aprendiz?

O salário do jovem aprendiz é estabelecido conforme o Ministério do Trabalho e Emprego, e pode ser igual ou maior ao estabelecido, mas nunca menor a:

  • 20 horas semanais — R$ 516,66
  • 24 horas semanais — R$ 619,99
  • 30 horas semanais — R$ 774,99
  • 36 horas semanais — R$ 929,99

Além da remuneração, o jovem colaborador deve ter seus direitos trabalhistas respeitados, entre eles: 

  • vale-transporte;
  • 13° salário;
  • férias;
  • depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Tudo isso deve estar devidamente registrado na Carteira de Trabalho e Previdência Social, incluindo a condição de aprendiz do profissional. 

Dica do especialista

Jovem Aprendiz tem CTPS assinada (obrigação legal)

Uma das principais diferenças entre Jovem Aprendiz e estagiário é o fato do primeiro ter sua carteira de trabalho assinada. Essa é uma obrigação do empregador, prevista em lei. Já o estagiário não tem a CTPS assinada, contudo tem direito a férias quando ultrapassar um ano de prestação de serviços no mesmo local. 

Qual a jornada de trabalho do jovem aprendiz? 

A jornada de trabalho do Jovem Aprendiz, geralmente, é de 4 a 6 horas diárias, totalizando até 30 horas semanais, com intervalo mínimo de 1 hora para descanso ou alimentação. Entretanto, há casos em que é permitido trabalhar 8h diárias, especialmente se o ensino fundamental e médio já foram concluídos. 

Essa carga horária não foi definida arbitrariamente. Ao contrário, foi calculada para que permitir que o jovem concilie suas atividades no trabalho com os estudos.

O que é que o Jovem Aprendiz faz?

As regras da Lei do Jovem Aprendiz também estão relacionadas às atividades que esses colaboradores podem ou não podem desempenhar em seu dia a dia de trabalho. 

Na prática, as responsabilidades variam conforme a empresa e o setor em que atua, incluindo tarefas como:

  • Auxiliar em tarefas administrativas, como arquivamento de documentos, preenchimento de planilhas e atendimento telefônico.
  • Apoiar em atividades operacionais, como organização de estoque, reposição de produtos e atendimento ao cliente.
  • Participar de treinamentos e cursos de capacitação profissionais oferecidos pela empresa ou instituições parceiras.
  • Aprender sobre os processos e procedimentos específicos do setor em que está inserido.
  • Desenvolver competências interpessoais, como trabalho em equipe, comunicação e proatividade.
  • Cumprir com as obrigações estabelecidas pelo programa de aprendizagem e pela legislação trabalhista.

O que um jovem aprendiz não pode fazer?

É proibido ao Jovem Aprendiz menor de 18 anos o trabalho noturno (de 22h às 5h), bem como trabalhar em locais considerados perigosos ou insalubres, realizar atividades que envolvam o manuseio de substâncias químicas perigosas, operar equipamentos ou máquinas que apresentem riscos à segurança do menor.

Como conseguir um emprego de Jovem Aprendiz rápido?

Como vimos ao longo deste guia, existem muitos benefícios em se tornar um Jovem Aprendiz, principalmente, no que diz respeito a ter a sua primeira experiência profissional, que te ajuda a montar um currículo.

Além disso, por meio do que é Jovem Aprendiz, você tem a oportunidade de conseguir uma vaga de trabalho em empresas grandes, mesmo sem experiência.

Quem sabe você ganha uma contratação formal depois do período de aprendizagem? 

Enfim, são muitas vantagens, mas antes ter acesso a elas, é preciso conseguir a vaga de aprendiz! 

A boa notícia, é que as empresas, obviamente, não buscam por profissionais experientes quando abrem vagas para aprendizes. 

Ao contrário, elas sabem e esperam que os candidatos tenham pouca ou nenhuma vivência no mercado de trabalho. 

Então, o que colocar no currículo e como se preparar para a entrevista

Reunimos algumas dicas sobre o que é preciso para ser um Jovem Aprendiz, a seguir:

  • Faça uma pesquisa das oportunidades: procure por empresas que oferecem vagas para Jovem Aprendiz. Verifique os sites, redes sociais e portais de emprego.
  • Elabore um currículo: prepare um currículo simples e objetivo, destacando sua escolaridade, cursos extracurriculares, habilidades e experiências relevantes, se houver. Ferramentas como a OnlineCurrículo vão te ajudar nesta etapa.
  • Cadastre-se em programas: inscreva-se em programas de aprendizagem oferecidos por empresas, ONGs ou entidades do governo.
  • Faça networking: converse com amigos, familiares e professores para obter indicações de oportunidades de emprego.

Ao conseguir uma entrevista, lembre-se de se preparar para ela: 

  • Pesquise sobre a empresa
  • Pratique as respostas para perguntas potenciais
  • Destaque suas habilidades usando exemplos
  • Chegue no local da entrevista com antecedência.

Esperamos ter solucionado todas as suas dúvidas sobre o que é Jovem Aprendiz e queremos te ajudar a criar um currículo com mais chances de sucesso. Acesse agora mesmo a OnlineCurrículos e use um de nossos modelos.

Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Compartilhar este artigo
Continuar lendo
Ajuda para currículos6 min. de leitura
Devo colocar meu endereço no meu currículo?
Devo colocar meu endereço no meu currículo?
Entrevista de emprego14 min. de leitura
Pesquisa: como tornar a experiência dos candidatos melhor
Pesquisa: como tornar a experiência dos candidatos melhor
Ajuda para currículos8 min. de leitura
Qual é a melhor fonte para usar em um currículo?
What is the best font to use in a resume?
Ajuda para currículos5 min. de leitura
Habilidades de comunicação: como apresentá-las em seu currículo
 Habilidades de comunicação: como apresentá-las em seu currículo
Navegar por tudo
Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e realizar análises e marketing. Ao usar nosso site, você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies e Política de Privacidade.
Aceitar cookies