1. Blog
  2. Ajuda para currículos
  3. Como montar um currículo
Escrito por Rolf BaxRolf Bax

Como montar um currículo

34 min. de leitura
Como montar um currículo
Arte de:Katya Vakulenko
Todas as dicas, ferramentas, modelos e exemplos que você precisa para aprender a montar um currículo em 2022

Ter um currículo perfeitamente afiado e bem escrito é como ter um superpoder durante a busca de emprego. 

Enquanto a maioria das pessoas costumam escalar a escada da contratação degrau por degrau, você pode colocar sua capa vermelha e subi-la em velocidade supersônica. Este guia de como montar um currículo descreve os blocos de construção mais importantes para criar exatamente esse tipo de currículo incrível.

Neste artigo, abordaremos as 10 principais etapas para a criação de um currículo.

Uma nota sobre os autores: os modelos de currículos campeões do Onlinecurriculo ajudaram 5 milhões de candidatos a emprego em todo o mundo a montar um excelente currículo. Nossa equipe se dedica a capacitar você em sua busca por uma carreira incrível... além de tornar essa jornada fácil e agradável!

Imagine dois grandes profissionais com credenciais, talentos e conhecimentos incríveis. Um deles é ignorado por potenciais empregadores e barrado por sistemas automatizados de candidatura. Enquanto o outro recebe várias entrevistas semanalmente de líderes do setor.

Qual é a diferença entre essas duas pessoas? Pode ser conexões ou circunstância. Mas, muitas vezes, a diferença é um ótimo currículo que “hackeia” situações de contratação. O marketing é tão importante para os profissionais quanto para as empresas. Apresente-se como a escolha óbvia para a função.

Muitas vezes, são as pequenas coisas da vida que mais importam.

O ponto de partida vital: onde montar seu currículo?

Vamos direto para a regra de ouro, sem rodeios. 

Não use editores de texto básicos para criar a versão final do seu currículo. Use-os para elaborar seus pensamentos iniciais se tiver familiaridade com eles, mas o MS Word, Excel e programas semelhantes têm uma série de problemas potenciais que podem atrapalhar você.

Quais sejam:

  • Um processo de formatação difícil e demorado
  • Informações de cabeçalho/rodapé não legíveis por outros sistemas
  • Designs visuais ruins e sem graça que se perdem entre outros currículos
  • Formatação que parece diferente em outros programas
  • Arquivos perdidos ou corrompidos e assim por diante

Então, qual é a solução? 

O padrão aceito para enviar a maioria dos currículos é o formato de arquivo PDF. Os benefícios são claros na maioria dos casos: formatação universal que não muda independentemente de onde você o visualiza e legibilidade pela maioria dos sistemas de software. 

O que fazer

Usar layouts e ferramentas projetados profissionalmente que foram testados por gerentes de contratação e sistemas de candidatos.

O que não fazer

Usar editores de texto antigos que exigem horas de trabalho e costumam ser incompatíveis com o software do empregador.

As ferramentas ideais para produzir currículos limpos, concisos e bonitos em formato PDF são os geradores on-line. Essas soluções de web e/ou software são feitas especificamente para serem o instrumento perfeito para currículos visualmente impressionantes, tecnicamente funcionais e otimizados para conteúdo. 

Ao usar um serviço/plataforma projetado especificamente para currículos, você economiza muito tempo e evita problemas ocultos. Com um gerador de currículos on-line, o que você vê é o que o gerente de contratação verá.

Apresentação visual, modelos e primeiras impressões

Somos todos criaturas visuais. Nossas primeiras impressões são sempre baseadas na estética, simetria e imagens.

Escolhemos nossas roupas para uma entrevista com cuidado, por que não devemos colocar o mesmo esforço na aparência do nosso currículo? Ele é nosso principal embaixador antes mesmo de qualquer tipo de reunião presencial, uma primeira impressão que ficará na memória do gerente de contratação.

De acordo com um estudo feito pela TheLadders, os recrutadores gastam em média 6 segundos olhando um currículo antes de passar para outro (como mencionamos em nossos guias e exemplos específicos da profissão). Durante esse curto período de tempo, muitas vezes uma decisão subconsciente é feita com base na “aparência” do seu currículo. Se ele for belo e limpo, o gerente de contratação inferirá uma série de traços positivos sobre sua personalidade.

Dica do especialista

Ao adicionar ícones ao seu currículo, chame a atenção para seções específicas e destaque-se da multidão. 

É possível criar seus próprios modelos, mas, a menos que você seja um designer profissional, pode ser melhor confiar em recursos visuais testados em campo. Os modelos projetam um certo caráter e humor com o design: eles podem enfatizar a criatividade, confiabilidade, disciplina e outras qualidades.

O que fazer

Usar designs e modelos profissionais otimizados para conteúdo, psicologia e percepção visual.

O que não fazer

Passar horas ou dias criando o design/layout perfeito do zero, apenas para descobrir que ele tem problemas técnicos.

Os modelos do Onlinecurriculo são divididos e desenvolvidos com base nessas identidades, que podem ser mais bem alinhadas com determinadas profissões, setores ou simplesmente com as circunstâncias da vaga.

Aqui está um exemplo de nossa linha diversificada de modelos testados e elaborados profissionalmente:

Formato de currículo: definição da estrutura

Agora que terminamos os visuais, vamos passar para a magia do texto. A divisão mais fundamental do texto nos currículos é baseada no formato do conteúdo: 

  • Cronológico Reverso
  • Funcional
  • Híbrido (currículo combinado).

O formato Cronológico Reverso não é apenas o mais comum, mas também o mais amplamente aceito entre vários empregadores e setores. O maior benefício de um currículo cronológico reverso é a estrutura direta, fácil de entender e linear. 

Ele exibe sua experiência profissional e experiência de trabalho anterior, da mais recente à mais antiga. Suas funções mais recentes são mais relevantes para sua candidatura. Ele é ótimo quando você tem um histórico contínuo de trabalho e pode mostrar algumas posições recentes importantes. Mas o que você deve fazer se for recém-formado ou tiver uma lacuna considerável em sua experiência profissional? É aqui que entram os formatos Funcional e Híbrido.

Dica do especialista

Uma ordem cronológica reversa também aproveita os curtos períodos de atenção e as agendas lotadas dos recrutadores, demonstrando primeiro suas posições mais recentes e impressionantes. Aproveite esses 6-7 segundos de “passada de olho”!

O formato Funcional se baseia em competências técnicas e interpessoais como foco principal. Se você não tem experiência como candidato a emprego de nível básico pelo fato de ser recém-formado na faculdade, ou está em processo de mudança para um novo setor, o formato Funcional deve ser considerado. Você também pode tornar o currículo mais robusto mencionando projetos anteriores, iniciativas sociais, experiência em outras áreas e assim por diante.

O formato Híbrido dá igual ênfase às competências e experiência de profissional relevante e, portanto, é apropriado para muitas profissões técnicas e tecnológicas (embora não seja exclusivo delas). Muitos currículos modernos têm uma seção de competências expandida na parte superior do documento antes da experiência profissional em ordem cronológica reversa, portanto, podem ser considerados currículos em formato híbrido.

Para ênfase visual, confira um forte exemplo de como os currículos podem ser estruturados:

Para se aprofundar em como você deve organizar a estrutura do seu currículo, confira nosso guia dedicado de Formatos de Currículo, bem como nossos artigos sobre Currículos Funcionais e Cronológicos!

Usar este modelo

Seções de currículo: sua lista profissional de destaques

Muitas vezes, há muita confusão sobre quais seções incluir em seu currículo. 

Isso não é de se surpreender, pois a importância pode variar dependendo de profissão, setor e natureza de sua experiência. Podemos dividir os tipos de seção em necessários e opcionais. Vamos supor por enquanto que você está usando o formato Cronológico Reverso (como é usado em mais de 90% dos currículos atuais).

As seções obrigatórias geralmente incluem:

  • Informações de contato e informações pessoais básicas
  • Resumo (declaração pessoal, objetivo)
  • Experiência profissional
  • Competências
  • Formação

As seções opcionais podem incluir:

  • Conquistas e marcos (geralmente isso está incluído no resumo e nos projetos sociais e trabalho voluntário)
  • Prêmios, certificados e organizações
  • Hobbies e interesses
O que fazer
  • Incluir as seções mais importantes que mostram sua experiência profissional e provavelmente impressionarão seu empregador.
  • Analisar quais seções são importantes para sua profissão e, só então, usar o espaço em branco disponível (se houver) para categorias opcionais.
O que não fazer
  • Incluir todas as seções possíveis, expandindo seu currículo para a capacidade máxima.
  • Incluir seus perfis de mídia social se eles contiverem fotos de festas. Restrinja suas informações básicas de contato a e-mail, número de telefone e perfil do Linkedin.
  • Listar todos os marcos ou atividades da vida, independentemente do espaço disponível (ensino médio, todos os hobbies e interesses pessoais etc.)

Estas não são regras rígidas, no entanto. Às vezes, certas seções mudam de importância dependendo do cargo em si. Por exemplo, em nosso guia de currículo para enfermeira, destacamos que o fato de pertencer a organizações profissionais é muito mais importante do que o habitual. Algumas perguntas a serem feitas ao decidir incluir ou redimensionar seções são: 

  • Isso aumentará minhas chances de ser contratado?
  • Isso dará uma impressão positiva ao empregador?
  • É apropriado para a descrição do cargo?

Seu currículo pode ser Cronológico, mas suas decisões devem ser funcionais e pragmáticas!

O resumo profissional: seu destaque, sua história

A necessidade vital de manter seu currículo conciso, muitas vezes, leva alguns currículos a parecerem sem graça ou sem emoção. O resumo profissional é sua maior chance de adicionar um pouco de cor, vida e personalidade ao currículo, pois ele demonstra sua determinação, perspectiva positiva e traz alguma emoção aos fatos.

O que fazer
  • Escrever um Resumo que tenha alguma personalidade, frases enérgicas, verbos de ação e competências técnicas/interpessoais integradas à sua descrição como profissional.
  • Deixar de fora construções gramaticais longas para que o Resumo seja conciso, mas suas qualidades e realizações "saltem" aos olhos do leitor.
O que não fazer
  • Compor um Resumo que seja muito seco ou muito desconexo (na forma de uma longa narrativa em primeira perspectiva).
  • Esquecer de mencionar qualidades e conquistas importantes logo no início, quantificando com números e contexto quando apropriado.

O Resumo deve ser escrito energicamente para captar a atenção. Use verbos de ação e termos descritivos fortes. Evite frases longas e gramaticalmente complicadas. Isso permite que as conquistas e os fatos se destaquem. 

Alguns guias favorecem o Objetivo do currículo, mas acreditamos que o Resumo é uma ferramenta mais robusta e universal. 

O Objetivo pode ter seu papel em determinadas circunstâncias (por exemplo, quando você não tem experiência de trabalho ou deseja fazer uma mudança de carreira). Você também pode incluir um objetivo como parte do resumo, mas seria raro chamar essa seção de "Objetivo". O gerente de contratação entende que seu objetivo é conseguir o emprego, caso contrário, por que você se candidataria?

Para dar uma olhada nos detalhes, confira nosso artigo dedicado sobre Declarações Pessoais no currículo (Resumos e Objetivos).

Experiência de trabalho: experiência profissional

Se você escolheu o formato Cronológico Reverso (e em 9 de 10 profissões, você provavelmente deveria), então esta seção é a espinha dorsal do seu currículo eficaz.

Este não é apenas o lugar em que você lista seus empregos anteriores mais impressionantes, mas também pode detalhar cada posição, fornecendo fatos importantes, realizações e números que o descrevem como um grande profissional. Não é necessário incluir toda sua experiência profissional. Adapte suas menções para impressionar seu futuro empregador com as experiências de trabalho mais relevantes para esse anúncio de emprego específico. Isso também mantém seu currículo curto, limpo e conciso.

Dica do especialista

Se você puder citar porcentagens, números ou projetos específicos que comprovem sua produtividade em cargos anteriores, faça isso. Você ajudou a economizar o dinheiro da sua empresa? Participou de uma iniciativa em toda a empresa? Liderou uma equipe de design? Talvez você tenha aumentado a pontuação de comentários de usuários de um serviço on-line. Os recrutadores valorizam dados específicos.

Cada posição deve ser descrita no seguinte formato aproximado:

  • Cargo, nome da empresa, local de trabalho
  • Mês e ano de início e de término do cargo
  • Entre três e seis pontos descrevendo brevemente seus resultados e função na empresa

É uma ótima ideia manter um arquivo ou uma lista separada em que você pode considerar seus marcos, conquistas, projetos e números. Dessa forma, sempre haverá um arsenal de fatos ilustrativos prontos para serem usados. Aprofunde-se e saiba mais sobre esta importante seção em nosso guia dedicado à experiência profissional.

Dica do especialista

Recebeu recentemente uma promoção? Não se esqueça de mostrá-la em seu currículo!

A seção de competências: habilidades e superpoderes

A seção de competências é sua lista de recursos profissionais, seus superpoderes, suas habilidades. 

É aqui que você passa no seu primeiro “teste de competência”. Esta parte é mais pragmática do que o Resumo, porque recrutadores e sistemas automatizados avaliarão suas competências com base em uma determinada lista de verificação. Se algo estiver faltando na lista de desejos do gerente de contratação, pode ter certeza de que ele indagará você sobre sua adequação durante uma entrevista.

Além disso, existem certas competências técnicas (e, às vezes, até competências interpessoais — mais uma vez, confira nossos guias para enfermagem ou educação como exemplo) que são absolutamente necessárias para uma posição. Então aqui vão dois conselhos importantes: priorize o que deve ser incluído e analise a descrição do cargo! Use as mesmas palavras usadas pelo empregador na literatura sobre a função para descrever suas competências.

O espaço é finito, e você pode ter muitas competências. Descreva aquelas (especialmente no topo) que se encaixam no anúncio de emprego.

Dica do especialista

Mesmo os profissionais mais experientes muitas vezes confundem competências técnicas com interpessoais, pois em certas áreas de trabalho, a diferença é muito tênue. A regra geral é que as competências interpessoais se relacionam principalmente com interações interpessoais, inteligência emocional, organização e liderança.

As competências técnicas, por sua vez, são competências pragmáticas e, muitas vezes, requisitos para conseguir um determinado emprego dos sonhos. Por exemplo, uma certa linguagem de programação em uma posição de desenvolvedor. Ou o uso de um determinado tipo de software para um trabalho de administrador de escritório. Elas se relacionam com seus deveres diários em termos de ações pragmáticas.

Precisa de mais informações sobre como criar uma seção incrível de competências? Aqui está nosso guia específico sobre como descrever Competências!

Formação: uma história de crescimento e inteligência

A seção de formação acadêmica varia em importância dependendo da sua profissão e setor. 

Por exemplo, em nosso guia para desenvolvedor da Web, enfatizamos o fato de que a educação formal não é um fator de sucesso ou fracasso. Muitos desenvolvedores são autodidatas até certo ponto. No entanto, nenhum bom currículo está completo sem algum tipo de seção de formação, e muitos empregadores valorizam fortemente um diploma formal.

Como em muitas outras situações, não existe uma abordagem genérica para as seções de formação. Profissões como advogados, médicos e de áreas de ciências exatas (químico, biólogo etc.) terão uma ênfase muito forte na educação formal. Pode ser até interessante incluir publicações científicas ou similares em seu currículo para algumas delas (na seção Formação Acadêmica ou em uma categoria separada). Os currículos acadêmicos provavelmente conterão uma longa lista de publicações acadêmicas.

Dica do especialista

A Cronologia Reversa não se aplica apenas à sua experiência profissional. A seção Formação também deve mostrar primeiro as conquistas acadêmicas mais recentes e impressionantes.

É importante observar que na era de informação e tecnologia acessíveis, a lista de formação acadêmica pode incluir certificados on-line, bootcamps, seminários ou cursos especializados e assim por diante. Para entender como priorizar essa seção, confira um guia dedicado para Formação ou dê uma olhada mais aprofundada em nossos Guias e Exemplos de Profissões.

Tecnologia e psicologia: recrutadores e verificações de ATS

Abrangemos uma grande parte dos fundamentos importantes que precisam ser entendidos ao redigir um currículo campeão atraente.

Mas ainda há dois aspectos de vital importância para tornar seu currículo a chave profissional perfeita: interagir com os sistemas de rastreamento de candidatos e entender como um recrutador vê seu currículo.

Os sistemas de rastreamento de candidatos (ATS) tornaram-se onipresentes para empregadores de grande e médio porte na maioria dos países desenvolvidos ao redor do mundo. Com uma grande quantidade de candidaturas e funcionários em potencial chegando a cada mês, os especialistas humanos nem sempre conseguem dar conta do recado.

Assim, em vez de expandir os departamentos de recrutamento para tamanhos absurdos, os empregadores estão usando sistemas automatizados para ajudar na contratação. A tarefa de um ATS é analisar, filtrar (e às vezes pontuar) seu currículo com base em palavras-chave. Ele pode até transformar seu currículo em um formato diferente para o gerente de contratação.

Insight estatístico

Um estudo da Preptel mostra que, em geral, 75% dos currículos (dados dos EUA) nunca são vistos pelos olhos humanos. Filtros automatizados podem se tornar um buraco negro para currículos. Portanto, entender como o ATS funciona é fundamental.

Uma das grandes razões para usar ferramentas on-line em vez de editores de texto é que os ATSs são muitas vezes inflexíveis. Eles processam seu currículo com base em um algoritmo específico. Uma grande porcentagem de currículos é filtrada, independentemente do conteúdo profissional, devido a erros de formatação, imagens, margens, gráficos, informações de cabeçalho com erros, etc. É por isso que usar ferramentas testadas que produzem um currículo limpo sem armadilhas de formatação ocultas é tão importante.

Mas como um ATS filtra e pontua seu currículo? A resposta é simples: com base em palavras-chave definidas pelo potencial empregador, gerente de contratação ou parâmetros do sistema específicos do cargo.

Existem três métodos para escolher palavras-chave: conhecimento do setor, análise manual da descrição do cargo e uso de nuvens de palavras.

O que fazer
  • Analisar o anúncio de emprego para entender quais competências ou outros aspectos priorizar
  • Usar ferramentas on-line para formatação para evitar ser eliminado da lista
  • Fazer uma pesquisa básica sobre o empregador
  • Usar conhecimento do setor
  • Preferir o formato PDF
  • Tornar seu currículo legível por humanos e sistemas automatizados
O que não fazer
  • Ignorar testes tecnológicos como o ATS e diretrizes de formatação
  • Usar editores de texto básicos que podem ser filtrados por um ATS
  • Enviar um currículo genérico para todos os empregadores, sem considerar as especificidades da empresa
  • Inserir artificialmente muitas palavras-chave, tornando o currículo ilegível por uma pessoa real

Um título de currículo pode ser o seu ingresso para a entrevista que você deseja. Mas o que exatamente é um título de currículo e como você pode aproveitá-lo melhor? Este artigo mostrará tudo o que você precisa saber.

O conhecimento do setor é baseado em sua própria experiência e pesquisa. Você pode confiar em sua experiência ou consultar guias específicos do cargo. Por exemplo, em nosso guia de currículo para desenvolvedores da Web, enfatizamos quais competências relevantes, linguagens de programação e interesses têm sido tendência nos últimos dois anos. Em nosso guia de currículo para enfermagem, mencionamos as duas competências estatisticamente mais comuns solicitadas pelos empregadores para esta posição.

Pesquisar o site do empregador também é sempre uma ótima ideia. Ele pode sugerir o que a empresa valoriza, que tipo de linguagem usa e assim por diante. Esse conhecimento pode ser o “ás na manga” necessário e demonstra que você dedicou tempo para adaptar sua candidatura. Currículos genéricos são extremamente comuns.

A descrição do cargo é seu aliado mais importante na escolha de palavras-chave de ATS para as seções dos seus currículos. As descrições de cargos costumam descrever os requisitos vitais e as competências sociais para a posição. Encontre-os e inclua-os no texto do seu currículo.

Se a descrição do cargo for muito vaga ou prolixa, não se preocupe, há uma ferramenta útil para entendê-la: as nuvens de palavras. Elas são instrumentos úteis (facilmente encontrados por meio do Google, como Wordle ou Worditout.com) em que basta copiar e colar o texto de uma descrição de cargo e obter uma visualização de toda a terminologia.

Passando para o lado humano da contratação: considere dois pontos principais sobre como um potencial empregador vê seu currículo. Antes de tudo, entenda o volume de candidaturas enviadas. Centenas de currículos são realidade para algumas empresas. Evite ser sem graça, genérico ou desinteressante. Não há necessidade de exagerar (os gerentes de contratação têm o olho treinado para currículos "artificialmente sensacionalistas") e não use adjetivos que não possam ser corroborados com fatos. 

Observe se o seu texto não é muito comedido: cultive um tom de conversação caloroso sempre que possível.

Dica do especialista

Seu currículo deve contar uma história. Mostre que você é um ser humano e alcance todas as notas profissionais importantes. Além disso, entenda que um potencial empregador o verá do ponto de vista de "como essa pessoa se adaptará à empresa?". Redija suas declarações como um futuro funcionário produtivo.

Em segundo lugar, não sobrecarregue os recrutadores com terminologia técnica. Todas as profissões têm seu jargão e "linguagem interna", mas nem todos os recrutadores têm o mesmo conhecimento. Destaque suas competências técnicas, mas não deixe de espaçá-las (especialmente no Resumo) e mencione competências interpessoais e qualidades para se mostrar amigável e humano.

Você deve incluir referências no currículo?

Embora todo currículo deva incluir seções de resumo, experiência profissional, formação e competências, não há uma regra muito bem estabelecida se referências devem ser incluídas. Vamos falar sobre isso com mais detalhes.

Se a descrição do cargo solicitar referências em um currículo, siga-a ao pé da letra. Porém, se elas não forem solicitadas, não significa que não poderão contribuir para sua candidatura.

Como o espaço do currículo deve ser usado para criar o impacto ideal, aqui estão algumas dicas sobre quando incluir referências pode ser apropriado:

O que fazer
  • Se a descrição do cargo solicitar referências.
  • Se suas referências forem líderes do setor/alto perfil.
  • Se elas mostrarem sua amplitude de contatos de desenvolvimento de negócios.
  • Se você tiver menos experiência e espaço extra no currículo.
O que não fazer
  • Se você for novo no campo de atuação ou suas referências não forem relevantes.
  • Se você não conseguir pedir permissão para suas referências.
  • Se você já tiver listado suas referências em um formulário on-line.
  • Se você se sentir mais confortável escrevendo “referências disponíveis mediante solicitação”.

Como escrever uma carta de apresentação para acompanhar um currículo

Ao considerar como montar um currículo, não se esqueça de considerar as vantagens de combiná-lo com uma carta de apresentação bem escrita. 

Na verdade, os empregadores solicitarão uma carta de apresentação na grande maioria das vezes. Por um bom motivo: existem certos aspectos da carta de apresentação que tornam o conteúdo muito diferente (e altamente complementar) de um currículo.

Para começar, uma carta de apresentação é um texto de forma livre que permite que o candidato descreva os detalhes mais sutis de sua candidatura. É um argumento pessoal para o gerente de contratação, que pode ser adaptado à função em questão, e seus argumentos devem formar o núcleo de um futuro processo de entrevista.

Dica do especialista

Cada frase da carta de apresentação deve explorar a essência do “porquê” da sua busca de emprego. Enquanto seu currículo oferece a lógica de por que você deve ser contratado, a carta de apresentação oferece uma visão mais emocional e pessoal.

O formato da carta de apresentação deve seguir a estrutura de qualquer argumento persuasivo: a introdução define o cenário; o corpo da carta de apresentação contém os principais argumentos; e a conclusão termina com um ponto alto e inclui uma chamada à ação. Diferencie-se com sua história, sem quebrar essa estrutura amplamente aceita.

A carta de apresentação destila sua história de carreira em 300-400 palavras de texto atraente e relevante. Seu futuro chefe em potencial deve ser capaz de lê-lo e criar uma imagem mental de como você se encaixará nos planos futuros da empresa. Todo mundo gosta de uma boa história, especialmente se sentir que também pode fazer parte dela. Se você fosse o gerente de contratação, o que gostaria de ler?

O aspecto mais importante a considerar ao escrever uma carta de apresentação é se cada frase causa impacto. A maneira como você descreve suas realizações pode fazer toda a diferença:

Dica do especialista

Aqui estão alguns cenários diferentes para realizações na carta de apresentação:

  • Aumento das vendas ou das margens de lucro
  • Economia de custos financeiros/melhoria do resultado final
  • Maior produtividade e soluções para problemas
  • Inovações e ideias que levaram a uma mudança radical
  • Processo melhorado e procedimentos desenvolvidos
  • Impacto no desenvolvimento dos colegas

Cartas de apresentação ajudam a explicar questões complexas de carreira, de uma forma que os currículos nunca conseguiriam. Tem que haver algum grau de repetição das realizações principais, mas em uma carta de apresentação você pode adicionar muito mais personalidade e emoção para empurrar seu futuro chefe na direção certa.

A arte de revisar um currículo

Depois de enviar seu currículo para um empregador em potencial, não tem mais como usar o botão “Editar”. Várias pessoas o lerão ao longo do processo de entrevista e assumirão que o que você escreve reflete o melhor do que está sendo oferecido.

Quando você está pensando em como montar um currículo, é vital verificar erros descuidados e escolhas de linguagem preguiçosas, que tendem a passar batido durante sua empolgação para enviar a candidatura.

A revisão de uma seção de texto requer um processo de pensamento em câmera lenta. Cada palavra conta, e você deve considerar como ela será recebida pelo leitor e não como ela soa em sua cabeça.

Escrevemos um guia especializado e detalhado para como revisar seu currículo. Fazer certo pode fazer toda a diferença. Aqui estão três das dicas que nem todos os candidatos vão considerar:

Dica do especialista

Leia seu currículo em voz alta. Embora seja impossível alcançar um fluxo de conversação devido à estrutura fraturada de um currículo, é importante ler cada frase e marcador em voz alta para verificar se “soam” como você. 

Leia novamente na manhã seguinte. A criatividade geralmente é aprimorada depois que nos afastamos de uma tarefa por um tempo. É tentador enviar a candidatura imediatamente, mas costuma valer a pena fazer uma pausa e revisá-la com a mente descansada. Melhorias potenciais saltarão aos olhos.

Imprima-o. Já há muito tempo estamos acostumados a percorrer o texto em uma tela com certa facilidade, mas de alguma forma tendemos a ler o texto no papel um pouco mais devagar. Imprima seu currículo — lê-lo lentamente saboreando um café oferece uma nova perspectiva.

Currículos internacionais x currículos específicos do país

Por último, mas não menos importante, se você deseja se mudar ou encontrar um emprego no exterior, considere as especificidades geográficas da contratação.

Cada região ou mesmo país tem nuances culturais, éticas e técnicas quando se trata de bons currículos. Ásia, Europa e Estados Unidos podem ser drasticamente diferentes em alguns aspectos. É uma ótima ideia fazer sua pesquisa sobre o país em geral e o setor específico de atuação. Encontre comunidades de expatriados, eventos de networking e recursos on-line para expandir seu conhecimento.

O que fazer
  • Fazer pesquisas on-line sobre o país do emprego escolhido
  • Conectar-se (on-line ou offline) com pessoas que falam seu idioma no setor local
  • Descobrir se você precisa de um CV ou um currículo
  • Considerar as diferenças culturais e o estilo de apresentação
  • Procurar exemplos de currículos locais
O que não fazer
  • Usar o mesmo currículo para todos os países
  • Ignorar a cultura local e visão de normas éticas e profissionais
  • Supor que a formatação e o tamanho do currículo (CV x currículo, por exemplo) sejam os mesmos em todos os lugares

De um modo geral, os tipos de currículos "geográficos" que costumam aparecer são:

  • O currículo internacional
  • O currículo dos EUA
  • O CV britânico
  • O currículo espanhol
  • O currículo asiático
  • O currículo russo
Dica do especialista

Mais do que qualquer outro currículo, se você estiver se candidatando a um país estrangeiro, precisará ser claro em seu currículo sobre sua nacionalidade, status de visto e habilidades no idioma. Embora isso não seja importante se você estiver se candidatando em seu próprio país, essa é uma informação fundamental para currículos internacionais.

Se você estiver interessado nas dicas de especialistas em carreira sobre como criar um currículo para uma determinada localidade, confira nosso guia sobre tipos de currículos regionais: ele inclui todas as categorias listadas acima, bem como dicas sobre como criar um currículo como não-falante nativo de inglês. 

Embora tenhamos fornecido as informações mais fundamentais e importantes necessárias para criar um currículo que garanta oportunidades incríveis, nossos recursos úteis não terminam aqui!

Você pode conferir nossos guias sobre seções e tópicos adicionais, quando sentir que precisa aprimorar essas áreas.

E não se esqueça de dar uma olhada em todas as incríveis funcionalidades da ferramenta geradora do Onlinecurriculo. É provável que você economize tempo e esforço e leve seu currículo para o próximo nível! 

Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Compartilhar este artigo
Continuar lendo
Ajuda para currículos24 min. de leitura
Objetivos do currículo (+ 15 exemplos)
Objetivos do currículo (+15 exemplos)
Ajuda para currículos9 min. de leitura
40 hobbies e interesses pessoais para incluir em seu currículo
40 hobbies e interesses pessoais para incluir em seu currículo
Ajuda para currículos24 min. de leitura
Melhor formato de currículo 2023 (+ exemplos gratuitos)
Melhor Formato de Currículo 2023 (+Exemplos Gratuitos)
Ajuda para currículos10 min. de leitura
10 Habilidades de liderança para incluir no currículo + exemplos
10 Habilidades de liderança para incluir no currículo + exemplos
Navegar por tudo
Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e realizar análises e marketing. Ao usar nosso site, você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies e Política de Privacidade.
Aceitar cookies