1. Blog
  2. Carta de apresentação
  3. Estudo: como as cartas de apresentação diferem ao redor do mundo?
Escrito por Lotte van RijswijkLotte van Rijswijk

Estudo: como as cartas de apresentação diferem ao redor do mundo?

5 min. de leitura
Estudo: como as cartas de apresentação diferem ao redor do mundo?
Arte de:Lizabeth Zaft
O ato de candidatar-se a empregos acontece em todo o mundo, é claro. Mas como os candidatos a emprego em diferentes países se candidatam a um emprego? Uma carta de apresentação holandesa parece diferente do que a de outro país? Para esclarecer as diferenças, o Onlinecurriculo analisou mais de 350.000 cartas de apresentação de 19 países.

Candidatos a emprego holandeses estão entre os que escrevem as cartas mais longas

Os candidatos a emprego holandeses acabam escrevendo cartas de apresentação relativamente longas. Em média, eles precisam de 275 palavras. Existem apenas quatro outros países onde um candidato a emprego descreve sua motivação usando mais palavras do que a média.

Os dinamarqueses são os únicos a usar mais de 300 palavras em média na carta de candidatura de emprego. Os brasileiros são os mais breves: argumentam por que são adequados para um trabalho em pouco mais de 150 palavras.

Os italianos e os britânicos escrevem as frases mais longas

Qual é o grau de adequação dessa carta de apresentação para um recrutador? Os recrutadores italianos, em particular, têm que ler longas frases. Em média, os candidatos italianos usam 23 palavras por frase.

Os britânicos também gostam de sentenças longas. Eles formulam frases com uma média de 22 palavras. Na Holanda, as frases são muito mais compactas; com cerca de 17 palavras por frase. Os canadenses colocam um ponto final a cada dez palavras e, como tal, escrevem as frases mais concisas.

Como os pronomes de tratamento variam de país para país

Mesmo a forma a forma de utilização dos pronomes de tratamento varia de país para país. Nos Países Baixos, tal como em cinco outros países, os candidatos a emprego dirigem a sua carta com mais frequência a “meneer/mevrouw” (“senhor/senhora”). Em muitos países de língua inglesa, incluindo Austrália, Canadá e Estados Unidos, a carta é endereçada diretamente ao gerente de recrutamento.

Enquanto em alguns outros países, um determinado gênero parece ser o preferido. Os indianos dirigem a carta ao "Sr. Gerente", e na Itália, Espanha e República Tcheca, o título predominante também é masculino. Os candidatos belgas e alemães dirigem a carta com mais frequência a uma mulher.

Pronome de tratamento mais usado Países
Senhor/Senhora Grã-Bretanha, Indonésia, Malásia, Holanda, Polônia, África do Sul
Gerente de contas Austrália, Brasil, Canadá, México, Estados Unidos
Sr. Itália, Espanha, República Tcheca
Senhora Bélgica, Alemanha
Sr. Gerente  Índia

Apenas os tchecos costumam não iniciar a carta de apresentação com “Eu”

Em quase todos os países, a carta de candidatura de emprego costuma começar com “Eu”. É apenas na República Checa que uma palavra diferente é escolhida: “recentemente”. Os australianos começam a falar sobre si mesmos com mais frequência, em quase metade de todas as cartas. Na Holanda, 18,1% de todas as cartas começam com “Eu”.

Além da República Tcheca, o uso de uma indicação de tempo para iniciar a carta de apresentação também não é exceção nos outros países. Em todos os países pesquisados, palavras como “quando” ou “depois” também estão entre as 10 principais palavras com as quais um candidato abre a carta.

Os belgas e britânicos que procuram emprego também começam regularmente a carta usando uma linguagem muito educada. A palavra “graag” (“por favor” ou “com satisfação”) também está listada entre as 10 palavras de abertura mais usadas nesses países.

Trabalho costuma ser o tema central, mas não em cartas holandesas

Na maioria dos países, as palavras “trabalho” ou a conjugação do verbo “trabalhar” são muito frequentemente usadas em cartas de apresentação. As coisas são um pouco diferentes na Holanda e na Bélgica, no entanto. Nas cartas holandesas, “graag” (“por favor” ou “com satisfação”) é a palavra mais usada. 

A lista de palavras mais usadas não difere muito entre os diferentes países. O que é notável, no entanto, é que muitos candidatos se concentram principalmente no que já podem fazer e menos no progresso e desenvolvimento pessoal que esperam obter na posição em perspectiva.  

É costume em todos os lugares se referir a “experiência” e “competências” na carta de apresentação, enquanto “desenvolvimento” e “oportunidade” raramente estão no topo do top 10.

Palavras mais usadas Países
Trabalho Estados Unidos, Austrália, Canadá, Suécia, Dinamarca, Espanha, Grã-Bretanha, Brasil, México, Indonésia, Índia, África do Sul
“Graag” (“por favor” ou “com satisfação”) Holanda
Posição Itália, República Tcheca
Experiência Alemanha, Malásia

Método de Estudo

Como costumam ser as cartas de apresentação e diferenças entre os países? Para responder a essa pergunta, o Onlinecurriculo pesquisou o comprimento e o uso de palavras de milhares de cartas de apresentação em todo o mundo. Foram analisadas 361.312 cartas, das quais 62.149 vieram de candidatos a emprego nos Estados Unidos.

Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Compartilhar este artigo
Continuar lendo
Ajuda para currículos34 min. de leitura
Como montar um currículo
Como montar um currículo
Carreira7 min. de leitura
Pesquisa mostra os métodos de estudo preferidos dos brasileiros
Pesquisa métodos de estudos preferidos dos brasileiros
Ajuda para currículos12 min. de leitura
Usando o formato de currículo cronológico
Usando o formato de currículo cronológico
Ajuda para currículos17 min. de leitura
Como e quando incluir referências no currículo
Quando e como incluir referências no currículo
Navegar por tudo
Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e realizar análises e marketing. Ao usar nosso site, você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies e Política de Privacidade.
Aceitar cookies