1. Blog
  2. Carreira
  3. Como saber quanto vou receber de seguro desemprego? Aprenda aqui!
Escrito por Anna MuckermanAnna Muckerman

Como saber quanto vou receber de seguro desemprego? Aprenda aqui!

7 min. de leitura
Como saber quanto vou receber de seguro desemprego? Guia
A demissão é um momento difícil, cheio de incertezas e preocupações. Entre tantas dúvidas, uma das mais importantes é: como saber quanto vou receber de seguro-desemprego?

Afinal, o seguro-desemprego desempenha um papel crucial na proteção social e na estabilidade financeira dos trabalhadores que perdem seus empregos involuntariamente.

Pensando nisso, criamos este guia completo, no qual vamos te ajudar a entender como calcular o valor do seu benefício, passo a passo, com exemplos práticos. 

Como saber quanto vou receber de seguro desemprego? 

Para calcular o valor do seguro-desemprego, é necessário somar o salário dos últimos três meses e dividir o resultado por três, obtendo-se assim a média salarial. Em seguida, aplique a tabela de referência para encontrar o valor da parcela a receber do benefício. Ou seja, o valor não é fixo.

Entretanto, a lei define que o valor mínimo a receber deve ser de um salário mínimo (fixado em 2024 em R$ 1.412) e o valor máximo, ou teto do seguro-desemprego, sendo de R$ 2.230,97 por parcela.

Além da média salarial dos últimos três meses, existe uma tabela do seguro-desemprego que contém o reajuste anual no pagamento do benefício ao trabalhador.

Os dados da tabela são atualizados com as faixas de salários médios e o esquema para calcular o valor da parcela.

Qual é a tabela do seguro-desemprego 2024?

FAIXAS DE SALÁRIO MÉDIO CÁLCULO DA PARCELA
Até R$ 2.041,39 O salário médio é multiplicado por 0,8 (80%)
De 2.041,40 até R$ 3.402,65 o que exceder a R$ 2.041,39 multiplica-se por 0,5 e soma-se com R$ 1.633,10
Acima de R$ 3.402,65 O valor será invariável de R$ 2.230,97

Exemplo de como calcular quanto vou receber de seguro desemprego

 O cálculo é feito da seguinte maneira:

  • Para os primeiros salários:
    • Se o salário médio for de até R$ 2.041,39, o valor da parcela será igual ao salário médio multiplicado por 0,8.
    • Se o salário médio estiver entre R$ 2041,405 e R$ 3.402,65, o valor da parcela será de R$ 1.633,10 mais 0,5 vezes a diferença entre o salário médio e R$ 2.041,39.
    • Se o salário médio for superior a R$ 3.402,65, o valor da parcela será de R$ 2.230,97 fixo.

Leia também: Estudo: motivações e receios dos brasileiros diante da transição de carreira

Como é feito o cálculo do seguro-desemprego 2024?

Considere que o seu salário nos três últimos meses de trabalho foi de R$ 2.000 por mês.

Cumprindo a primeira etapa do processo de como saber quanto recebe do seguro desemprego, somamos esses valores e dividimos o resultado por três.  

 R$2000 + R$2000+ R$2000 =

=  6000/3

= R$ 2000 (média salarial)

Perceba que neste exemplo, o salário médio é inferior ao valor de R$ 2.041,39. Logo, o índice multiplicador será 0,8. 

R$ 2.000 × 0,8 =

= 1.600 (valor da parcela do seguro-desemprego)

Com isso, respondemos à dúvida “quem ganha R$ 2000 recebe quanto de seguro-desemprego 2022?”

Quem ganha R$ 2.300: qual o valor da parcela do seguro-desemprego?

Vamos a um segundo exemplo, mas dessa vez o salário médio será de R$ 2.300. 

Logo, o cálculo deve ser realizado conforme indica a segunda linha da tabela acima (para salários médios de R$ 2.041,40 até R$ 3.402,65).

Primeiro encontramos a diferença entre o salário médio e R$ 2.041,39. Ou seja:

2.300 - 2041,39 = 

= 258,61

Se seguida, multiplicamos esse valor por 0.5:

258,61 x 0,5 =

= 129,30

Por último, somamos a esse resultado o montante de R$ 1.633,10:

129,30 +  R$ 1.633,10 = 

= 1.762,40

Seguindo este exemplo, o valor da parcela do seguro desemprego para quem recebe R$ 2.300 será de R$ 1.762,40.

Dica do especialista

Busque suporte da Caixa Econômica Federal

Recomenda-se consultar o aplicativo da Caixa Econômica Federal ou o Ministério da Economia para utilizar a calculadora online ou obter informações sobre o seguro-desemprego.

Quantas parcelas de seguro-desemprego tenho direito?

O trabalhador, em geral, tem direito entre três e cinco parcelas do seguro-desemprego. Ele receberá três parcelas se tiver no mínimo 6 meses trabalhados; quatro parcelas se tiver no mínimo 12 meses; e cinco parcelas se trabalhou 24 meses ou mais.

Além disso, a quantidade de parcelas do seguro desemprego também depende da quantidade de vezes que ele solicitou o benefício. Confira as regras, a seguir.

SOLICITAÇÃO MÍNIMO DE MESES TRABALHADOS PARA TER DIREITO TEMPO DE TRABALHO NECESSÁRIO QUANTIDADE DE PARCELAS A RECEBER
1ª vez da solicitação 12 meses nos últimos 18 meses antes da dispensa 12 a 23 meses trabalhados 4 parcelas
1ª vez da solicitação 12 meses nos últimos 18 meses antes da dispensa 24 meses ou mais 5 parcelas
2ª vez da solicitação 9 meses nos últimos 12 meses antes da dispensa 9 a 11 meses 3 parcelas
2ª vez da solicitação 9 meses nos últimos 12 meses antes da dispensa 12 a 23 meses 4 parcelas
2ª vez da solicitação 9 meses nos últimos 12 meses antes da dispensa 24 meses ou mais 5 parcelas
3ª solicitação em diante 6 meses antes da dispensa 9 a 11 meses 3 parcelas
3ª solicitação em diante 6 meses antes da dispensa 12 a 23 meses 4 parcelas
3ª solicitação em diante 6 meses antes da dispensa 24 meses ou mais 5 parcelas

Mais uma vez, recomenda-se consultar o site oficial da Caixa Econômica Federal ou o Ministério da Economia para ter acesso a informações oficiais sobre quanto você vai receber de seguro desemprego.

Lembre-se que o objetivo do seguro-desemprego é oferecer um suporte financeiro que permite ao trabalhador buscar oportunidades de emprego compatíveis com suas habilidades e experiências, ou até mesmo mudar de carreira.

Por isso, durante o período em que você estiver segurado, dedique-se na busca por recolocação profissional e comece com a criação de um excelente currículo profissional

Com ele, você aumenta as suas chances de ser chamado para uma entrevista e voltar a ter a segurança de um trabalho estável e bem remunerado. Conte com a OnlineCurriculo para ficar entre os melhores candidatos e dar uma passo rumo ao seu novo emprego.

Crie seu currículo em 15 minutos
Crie seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais testados em campo que sigam exatamente as “regras de currículo” que os empregadores procuram.
Criar meu currículo
Compartilhar este artigo
Continuar lendo
Carreira3 min. de leitura
Veja as profissões e as áreas de atuação no mercado de trabalho mais buscadas pelos brasileiros no último ano
Veja as profissões e as áreas de atuação no mercado de trabalho mais buscadas pelos brasileiros no último ano
Ajuda para currículos10 min. de leitura
Pretensão salarial: 75% dos brasileiros entrevistados têm dúvidas sobre como colocá-la no currículo, aponta levantamento
Como colocar pretensão salarial no currículo? Estudo aponta dúvidas de 75% dos brasileiros
Carreira5 min. de leitura
Flexibilidade no trabalho: buscas por home office crescem no Google, apesar da redução das vagas remotas
Flexibilidade no trabalho: buscas por home office crescem no Google, apesar da redução das vagas remotas
Carta de apresentação7 min. de leitura
Como escrever ou solicitar uma carta de recomendação
Como escrever ou solicitar uma carta de recomendação
Navegar por tudo
Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e realizar análises e marketing. Ao usar nosso site, você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies e Política de Privacidade.
Aceitar cookies